Storytelling nas redes sociais é uma outra história

Por: | 09:20 Deixe um comentário

Lembro-me que quando batemos o olho no conceito de storytelling, aplicado às redes sociais, rolou por aqui quase um “é disso que estamos falando, gente!”. Ao explicar nosso trabalho em redes sociais, seja para atuais ou futuros clientes, sempre falamos que é um trabalho de diálogo (resumindo bem nossas reuniões, claro). É assim que a gente vem entendendo as redes ao longo desses anos de trabalho. E se você decide entrar em uma (rede), tem de saber que periodicamente deverá puxar assunto, assim como estar pronto para ouvir também.
“Storytelling, do inglês, expressão ‘tell a story’ significa ‘contar uma história’ e storyteller é um contador de histórias”. Cruzar storytelling e redes sociais nos ajuda a entender melhor nossa proposta (que felicidade!). Veja o desafio: que história contar, como envolver seu curtidor com a marca, como construir uma narrativa relevante.
Antes de apresentar algumas técnicas de storytelling, nós transformamos esse assunto numa postagem do blog, com o objetivo de esclarecer a importância de não postar por postar, mas sim, contar uma boa história a todo tempo. Para isso, podemos usar alguns artifícios:
1- Primeiro passo é utilizar os meios multimídia (imagens, memes, vídeos, gifs e áudios) para contar suas histórias. Está provado que postagens com vídeos e fotos conseguem maior engajamento!
2- Enquadre sua mensagem como uma história. Parece óbvio, mas muitas vezes vemos os posts em tom de notícia jornalística ou texto publicitário. Boa parte das vezes, em redes sociais, temos a liberdade de usar um tom mais coloquial.
3- Transformar a marca num personagem, personalidade, como jeito e opinião próprios.
O assunto não esgota por aqui, claro. Vale a pena marcar uma conversa com o Fred, nosso comercial, (fred@incenadigital.com.br) e escutar boas histórias do mundo do marketing digital. Ele é bom nisso!

0 comentários:

Postar um comentário