Entenda relação entre curtidas na página do Facebook e geração de negócios

Por: | 13:02 Deixe um comentário
A presença das marcas nas redes sociais já não é sinal de vantagem há algum tempo, o fato é que quase todos aqueles que não estão presentes deveriam estar. Não em todas e nem de qualquer maneira, cuidar de uma rede social requer planejamento, acompanhamento e análise. Mas como avaliar o que é um bom resultado? Muitas curtidas? Muitos "coraçõezinhos"? Uma chuva de comentários? É preciso muita calma nessa hora. Antes de ser categórico, é preciso olhar com atenção a situação como um todo para reconhecer onde estão os erros e acertos na estratégia.

Você já ouviu falar na expressão métricas de vaidade? Então, ela se refere a todos aqueles números que não servem para orientar as suas decisões nos negócios e muitas vezes acabam criando uma cortina de fumaça. É importante ressaltar que não estamos dizendo que as pessoas não devem ficar felizes com as suas milhares de curtidas, somente que devemos ter atenção a quem estamos atingindo e que retorno estamos tendo com esse alcance.


Uma das características mais importantes de um planejamento de marketing digital bem executado é a análise das informações recebidas. Tudo é mensurável, mas é preciso fazer a leitura dessas informações. Vamos analisar um exemplo do que pode ser uma métrica de vaidade. No caso de um aplicativo, temos a informação do número de downloads. Esses dados têm sim importância, mas devem ser combinados com outros. Num curto prazo, é um ótimo sinal, claro. Mas, conforme o tempo passa, é precisa estar bem atento à taxa de desinstalações e à relação dessa informação com o custo transacional.

Vocês pode dizer agora: "Ah, mas e os compartilhamentos? Com certeza significam que a estratégia está funcionando, né?". Sim e não. Realmente, é um dado relevante que a sua marca esteja sendo espontaneamente divulgada por usuários do Facebook e alcançando pessoas que nem são seus curtidores num primeiro momento. Mas que mensagem é essa? O humor, por exemplo, é uma ferramenta extremamente eficaz nas redes e costuma ter alto potencial de compartilhamento. Inclusive, é possível que essa os compartilhamentos de uma peça de humor signifiquem mais acessos ao seu site. Mas será que essas pessoas estão convertendo? Elas estão avançando no funil de vendas?
Os memes podem fazer sorrir, mas eles vão
ajudar a vender? | Foto: Reprodução Internet


É preciso entregar ao potencial cliente um conteúdo que seja de qualidade e que o leve a associar a sua marca a um serviço/produto de qualidade. O marketing mais efetivo atualmente é uma construção de relacionamento, uma entrega contínua de valor. Pode-se dizer que também são métricas de vaidade: quantidade de seguidores, cliques nos links, visualizações de página, entre outros.

Tá, mas que indicador realmente importa?

Primeiro, vamos reafirmar: não estamos dizendo que as referidas métricas não importam. Estamos dizendo que é preciso um olhar profissional e atento quanto a essas informações. Mas existem alguns pontos de uma campanha online que podem iluminar bastante os caminhos para quem quer ser mais eficaz.

>> LEIA TAMBÉM: Como usar o LinkedIn na sua estratégia

A grande estrela de uma campanha de marketing é o Retorno sobre o Investimento - Return on investment -, o ROI. Para calcular o ROI, há algumas métricas para as quais você deve se dedicar mais, dependendo do objetivo que busca alcançar.

É importante observar em que momento do interesse de compra o cliente em potencial se encontra, ou seja, em que parte do funil de venda ele se encontra quando acessa a um material promovido pela sua empresa (estratégia de marketing de conteúdo).

Com relação ao tráfego pago, Google Adwords, por exemplo, você sempre deve estar atento se os cliques que está recebendo são convertidos em negócios (vendas, pedidos de orçamentos, pedido de contato... tudo depende do objetivo).

Já ouviu falar em Custo de Aquisição por Cliente? É o famigerado CAC. Essa é uma informações de extrema importância para que o seu negócio percorra um caminho de sucesso e sustentabilidade. Essa métrica é exatamente o que o nome diz: quanto custa para conseguir fechar negócio com o cliente.

É bom estar sempre atento à renovação da audiência do seu site, assim como os visitantes que retornam frequentemente. Nesse quesito, o interessante é manter um equilíbrio: queremos que os visitantes retornem, mas também precisamos de uma audiência atualizada.

São muitas métricas, mas o mais importante definitivamente é o planejamento. Conhecer bem as fases no funil de venda. Trabalhar o relacionamento com os clientes em potencial. Ser reconhecido por ele como uma autoridade na sua área. Marketing digital é ser mais buscado pelo cliente do que o contrário e a análise do caminho percorrido pelos visitantes do seu site é preciosa para orientar sua estratégia!

0 comentários:

Postar um comentário