Estudo do Google: 98% das empresas não aproveitam potencial do marketing digital

Por: | 10:50 Deixe um comentário

O investimento em marketing digital é um caminho sem volta e tem muito potencial a ser aproveitado. Não é a Incena Digital - que, você pode pensar, é suspeita para falar -, mas o The Boston Consulting Group que afirma isso após uma pesquisa sobre o assunto. De acordo com o estudo, 98% das organizações brasileiras não utilizam o potencial completo do marketing digital. Vamos destrinchar estes dados.

A pesquisa foi realizada com 60 empresas do Brasil que atuam em 10 setores: automotivo, serviços financeiros, alimentos e bebidas, cuidados pessoais, telecomunicações e mídia, varejo, educação, viagens e turismo, nativos digitais e vestuário. Do total, 55% estão no estágio de investimento crescente (emergentes), 37% são apontados como conectados, 6% tem um investimento nascente e somente 2% vivem o pleno aproveitamento.

Qual o nível de maturidade da sua empresa?

As porcentagens que pontuamos acima dizem respeito aos 4 níveis de maturidade nos quais as empresas foram classificadas durante a pesquisa. De qual nível seu negócio faz parte? Vamos explicar um por um:

1) Nascente - Realização de campanhas usando majoritariamente 3rd party data (dados que você pode comprar de um fornecedor externo, geralmente compilados a partir de uma ampla gama de fontes cuja concorrência também tem acesso) e compra de mídia, com baixa ligação a resultados de vendas.

2) Emergente - Companhas focadas em 1st party data (dados que a empresa coleta diretamente dos seus consumidores, mais específicas e relevantes direto da fonte) e compra de mídia programática com otimização e teste de forma independente por canal de mídia.


3) Conectado - É aquele momento no qual é fácil enxergar a relação entre o investimento nos canais e o resultado de vendas, através do alto retorno sobre o investimento (ROI). Os dados estão integrados e ativados ao longo dos múltiplos canais.

4) Multimomento - Execução de campanha dinâmica, otimizada e personalizada para cada cliente ao longo de todos os canais de mídia.

Barreiras e dificuldades

E o que pode fazer uma empresa evoluir? As palavras-chave são automação e personalização. A pesquisa mostrou que 96% das empresas relatam dificuldade no processo de automação, 91% não tem personalização avançada nos sites e 44% não tem nenhuma personalização nas páginas da empresa. É cada vez mais importante conhecer melhor e atender as exigências desse consumidor no ambiente online.

A ausência de uma mensuração mais efetiva é outra dificuldade apontada pelo estudo. Entre as marcas participantes, 52% afirmaram utilizar modelos de atribuição, mas somente 20% utilizam ferramentas capazes de contribuir para uma tomada de decisão baseada em dados objetivos e confiáveis.

Segundo o diretor do The Boston Consulting Group, Dan Reicher, os desafios do marketing digital vão muito além da utilização da tecnologia. A questão da organização do trabalho dentro da organização e a estratégia de comunicação aplicada podem revolucionar os rumos de um negócio.

“73% das empresas sofrem devido à coordenação inadequada de equipes multifuncionais, e 70% deles não têm objetivos alinhados em todos os canais”, afirmou Reicher em entrevista ao site E-commerce Brasil.

A mensagem que fica é a importância do investimento nas estratégias de marketing digital e, quando usamos a palavra investimento, não estamos falando somente de aspectos financeiros. É essencial o comprometimento das empresas com os estilos de campanha de marketing adotados, pois os resultados estão intimamente relacionados a esse fator. Planejar, realizar e analisar são os caminhos de uma estratégia bem sucedida.

0 comentários:

Postar um comentário